ANJO FERIDO

 

 O dia brota no horizonte, hora de ir para escola, toda faceira Angel se banha e se penteia,  segue seu caminho, pisando a terra vermelha fria e molhada pelo orvalho da madrugada.

E dia de feira a vontade aguça ao atravessar entre saborosas frutas, seu olhar ativo a procurar pelo chão e logo encontra uma manga a devora sem pensar como iria ficar depois de tal ação, Se junta ao seu cachorrinho a comer migalhas do chão.

-Sua mãe nem imaginava tal coisa. Pois só trabalhava! Para não lhe faltar o pão e o leite a ela e os seus irmão, seu pai havia feito uma viagem sem volta...

- Pelo caminho Angel murmura ainda sentindo o sabor da fruta em seus lábios rosados... minha preferida? E toda lambuzada! Sujou ate seu jalequinho branco, nada pudera fazer e continuo o seu caminho, ao entrar na sala de aula foi olhada por todos com nojo, e muito preconceito, sua professora muito brava disse?

Angel por onde andou menina! Esta toda suja parece que se lambuzou com ovo, e não lavou o rosto.

-Foi logo dizendo já para diretoria, a diretora vai-te por em seu lugar menina, a pegou estupidamente pelo braço e arrastou ate à diretora.

Humilhada diante de todos? E como sempre! Engolia suas cálidas lágrima.

-Agora diante da diretora? Por consciência da vida, era sua madrinha! Dona Maria Sabina. Olhou decepcionada e falou brava, já para casa tomar um banho menina.

Levou Angel , arrastando mais uma vez com estupidez, foi para cantina onde se encontrava sua mãe fazendo a merenda da escola, Angel corre chorando e à abraça sua mãe, sentindo-se protegida.

Que sem pestanejar dona Candinha a protege entre seus braços, humilhada pela comadre nada respondeu, pois trabalhava na escola por graças da comadre Sabina , que muito o admirava por ser tão forte e batalhadora, muitas vezes a explorava.

Dona Candinha , olha para a pequena Angel em silencio absoluto, era ela a que mais admirava, por estar sempre limpinha e muito bem penteada e sem ajuda de ninguém, em nada ela dava trabalho, acalentou em seus braços ate que parasse de soluçar, e nada a perguntou.

 

-Angel é uma menina sonhadora tudo admira em detalhes em sua volta, principalmente a natureza que te tira da realidade, pelos caminhos da escola , para brincar e tira os sapatos que acaba esquecendo pelo caminho, e a mãe nem sempre lhe pode dar outro.

Chora para ir à escola, e a mãe o obriga que vá descalça humilhada pelas amiguinhas, muitas vezes chega mai s cedo, para chegar primeiro e fica com os pezinhos descalça escondido embaixo da carteira. E acaba ate repetindo o ano. Traumatizada com tanta pobreza.

Ao sair da escola fica junto com a mãe no serviço, sempre sozinha não tem amiguinhas, sentada à beira da porta, calada com um olhar triste, como sempre fica a olhar para o céu, como se lá resolvesse todos os seus problemas, ficava horas com olhar parado, que a incomodava sua mãe.

 

-Dona Candinha senta ao seu lado e pergunta?Minha filha o que olha tanto para o céu!

Responde Angel !A mamãe queria tanto ser um pássaro, e voar entre aquelas nuvens brancas e brincar com aquelas bonecas gigante, correr com os carneirinhos, mamãe olhe também para o céu e verá como ele e lindo, olho com toda intensidade da minha alma, procuro no mais profundo infinito do meu coração, para ver se vejo meu paizinho...

-Ele esta lá? Não esta mamãe! Porque a senhora disse que ele foi para no céu.

Mamãe... Porque também não vamos morar lá, nos iríamos ser mais feliz, ficaríamos todos juntinhos e eu iria ter meu pai de novo juntinho com você mãezinha.

-AH! Também estaríamos perto de Deus, ele não e dono de tudo, lá nós seriamos igual a todos.

-As nuvens parecem tão pertinho aos olhos daquela criança, que ela ate erguia os bracinhos como se pudesse pegar. E ali ela ficava ate a falar sozinha.

Encantada com aquele lindo painel na imensidão do universo azul, ela recria sua vida.

 

-Então Candinha se levanta com lagrimas no olhar, e deixa a menina sonhando. E nada responde... Fica sem palavras diante daquele pequeno anjo tão ferido.

Angel se envolve completamente com a natureza, e quando o tempo se forma para chuva, o vento sopra formando grandes nuvens escuras, seus olhos brilham!E diz lá vem tempestade.

Sua alma voa na velocidade do vento, Seu sorriso e lindo desabrocham com a tempestade,

Seu coração bate descompassado.

-Angel tira a roupinha, fica só de calcinha, corre contra o vento, com os braços abertos parecendo anunciar a tempestade que esta chegando,ela é tão magrinha e levada pelo o vento e cai em gargalhadas a brincar com a natureza, rola na enxurrada, como se estivesse em uma cachoeira avermelhada ,as ruas sem asfalto tudo acaba em lama, quando a chuva vai cessando ela fica toda molhada, mais quando o vento para perde a graça .E Deus Angel e a natureza em plena harmonia, Angel perde a identidade e nem sente que esta molhada, toda suja de vermelho , só vê os olhinhos, mais parece uma indiazinha..

-Sua mãe da plena liberdade aquele pequeno anjo, depois a espera com uma bacia de água morna, e banha a pequeno Angel e o acolhe em seus braços, para não ficar resfriada. E olha admirada. E murmura, ela parece um anjo em pleno vôo.

-Angel fica ali quietinha e triste ate que a terra seca, e o sol aparece novamente, vai para beira da porta e senta. Seus olhos brilham, mais uma vez delira em sonhos...

-Seu mundo vira pura poesia, seus bracinhos criam asas, seus olhos ficam avermelhados como olhos de uma águia, Angel vive intensamente através de seus vôos rasantes, seus olhos alcançam as nuvens.

E uma menina realmente diferente, tinha algo ali que a mãe não entendia e pela sua ignorância, fazia achar ela tão especial, principalmente por ser tão calada e quietinha...

Angel era apenas uma menina que sofria de depressão... Buscava no céu o seu mundo imaginário, onde buscava incansavelmente sua felicidade.

 

Eliza Gregio

Visitas: 279

Comentar

¡Necesitas ser un miembro de Creatividad Internacional para añadir comentarios!

Participar en Creatividad Internacional

Libros — Editores

E-mail: 

creatividadinternacional@gmail.com

_______________

Creatividad Internacional’, es una red abierta, donde no se tiene que registrar para ver su información y colaboraciones, hay +6,000 Foros de Discusiones sobre grandes escritores y cineastas; actualización diaria de noticias literarias y cinematográficas y +17,000 blogs con creaciones literarias de gran talento. 

Un espacio para exponer creaciones y opiniones a críticos, editores y productores.  Los invitamos a participar.

Ismael Lorenzo, Director, Creatividad Internacional

Alina Galliano R.I.P. Jorge Dominguez, Alonso de Molina,  José Ignacio Velasco, Lissette Rivas Ambrosio, Gloria Zúñiga.

Subdirectores

________________

'Creatividad Internacional' no se hace responsable por los contenidos publicados por sus miembros.

________________

PROGRAMACION RADIAL DE 'CREATIVIDAD INTERNACIONAL'

ENTREVISTAS, CINE Y LIBROS,  CONVERSATORIOS  

 198 Programas  y +33,300 vistas en Youtube. Martes y Jueves por Radio Satelitevision

_______________

SOY  FELIPITO

Ismael Lorenzo y Felipito

'Soy Felipito' las aventuras y desventuras de un gato enamoradizo, actor, autor y con pretensiones de alcaldegato.

—Soy Felipito y estoy más que contento, mi papá me ha creado este blog y una página en Facebook como mi guía Stubbs MayorCat, que por 20 años fue alcalde en Alaska.

SOY  FELIPITO

_______________

Matías Pérez de viaje por el Caribe

Ismael Lorenzo

“Los libros con las aventuras de Matías Pérez son un compendio de humor desternillante, erotismo desenfrenado y surrealismo caribeño”.

Alfredo García Francés, novelista y periodista del diario ‘El País’, de España.

MATIAS PEREZ DE VIAJE POR EL CARIBE

_____________

I PREMIO CASA AZUL DE LITERATURA INFANTIL Y JUVENIL “CONSUELO SUNCÍN DE SAINT-EXUPÉRY”

Se lanza la primera edición del Premio CASA AZUL de Literatura Infantil y Juvenil

El Premio nace con la necesidad de fomentar la promoción de la lectura, buscamos fortalecer la campaña

Te Invito a leer” que tiene como principal objetivo

estimular el gusto por la lectura en los niños y jóvenes

I PREMIO CASA AZUL DE LITERATURA INFANTIL Y JUVENIL

_____________

Revista de artes literarias 'De Sur a Sur' #8

Poesia. Microrelato. Entrevistas. frases poéticas. Lyric Storm. Debates. Concursos. Se trata de un concepto de autogestión creativa. Este espacio estará abierto a poetas y escritores. Trimestrálmente nuestros redactores seleccionarán los contenidos más destacados para pasarlo  que será ampliamente difundida

DE SUR A SUR

_______________

Contamos con un grupo de profesionales entre editores, diseñadores, correctores, traductores.

Escríbenos a: casazulediciones@gmail.com
____________

La familia y uno más

 José Ignacio Velasco Montes

La presente obra, que es la influencia positiva que puede ejercer un perro bien educado en el entorno de una familia, sobre todo con niños.

Pues al hacerse responsables del perro que desean y que les es concedido, disfrutan de una metamorfosis  que les hacen mejorar de una forma manifiesta no sólo en su comportamiento, sino también en los estudios, en las amistades, y en las relaciones de padres con hijos, así como una placidez en sus vidas,

LA FAMILIA Y UNO MAS

_____________

Cuentos reunidos

José Baroja

Estos cuentos, enhebrados con el fino arte de la palabra común y exentos de barroquismos estériles, inclinan la punta de su lanza como un arado que entra en la tierra de lo humano para labrar el surco de esta otra palabra que llamamos “literaria”.

CUENTOS REUNIDOS, ANTOLOGIA BREVE

_____________

De hombres y sirenas

Carlos L. García-Aranda

De hombres y sirenas es una obra que se desarrolla en varias épocas de la historia de España, en la que se hace una reflexión sobre las emociones humanas, el destino y la búsqueda de la felicidad, y una descripción de cómo vivieron y fueron tratados los homosexuales en la España de la Dictadura.

DE HOMBRES Y SIRENAS

_______________

Pinar Publisher

Editorial online. 

Los servicios editoriales necesarios para adaptar tu manuscrito a los estándares de la industria, tanto para libro en formato digital como impreso.  Tu manuscrito quedará listo para ser publicado bajo demanda en cualquiera de las plataformas que hoy permiten acercar el libro a los lectores.  1+ 912-342-0270 

servicioescritores@pinarpublisher.info.

https://pinarpublisher.com

______________

'Creatividad Internacional', red de Literatura y Cine, un espacio para exponer creaciones y opiniones a críticos, editores y productores.

© 2019   Creado por Creatividad Internacional.   Tecnología de

Emblemas  |  Reportar un problema  |  Términos de servicio

VISITAS DESDE MARZO 5/09: